10.3. Reason

O Reason já cai em outra categoria de produtos: ele é um estúdio para produção de multipista MIDI utilizando um banco de VSTi's.

Particularmente testei a versão Reason 4. Produzido Pelapropellerheads, ele já está na versão 5 e custa US$ 349.00. Veja mais em: http://www.propellerheads.se/products/reason/



Minhas impressões:

Com um vasto banco de timbres e vários "sintetizadores", ele disponibiliza um ambiente completo para a produção de bases de músicas.

Ele usa conceitos interessantes, onde você vai adicionando componentes físicos, como sintetizadores, mesas de som, câmaras de efeitos, sequenciadores de bateria, etc.

Ainda virtualmente você pode "olhar" para traseira do seu rack e fazer a ligação física dos cabos, por exemplo, puxando os cabos da saída de áudio de uma bateria eletrônica e passando este sinal por um equalizador, antes de entrar diretamente na mesa de som. Ou ainda ligar uma câmera de efeito na mesa, podendo aplicar efeitos individualmente em cada canal. Tudo como se fosse um rack físico ligado efetivamente por cabos.

Os sintetizados variam bastante, usando técnicas como osciladores, PCM, samplers, etc. Cada um deles tem seu banco de timbres.

Além dos sequenciadores de bateria, com facilidade para gerar bases simples de bateria, existem bancos de loopings com amostras bem gravadas de diversos ritmos e velocidades, que dão um efeito mais realista na base de percussão. Obviamente que se limita à gravação e a velocidade, que não pode ser mudada. Com um pouco de técnica dá pra ir colando os loops, viradas e montar uma base legal. A mesma técnica é utilizada para alguns riffs, acordes e batidas tanto de violão como de guitarra.

Mas o quente mesmo são as pistas MIDI que permitem uma entrada via Teclado externo ou edição nos tradicionais piano roll.

O resultado final fica muito bom... mas esquece de tentar usar o Reason ao vivo. Não é seu foco e acaba não trazendo "usabilidade" para este fim... mas tem gente que gosta!

Particularmente achei que o banco, de forma geral, tem uma pegada mais pra música eletrônica. Não sei se por causa dos tipos de, etc... não sei. Dos bancos tradicionais, que me interessam mais, como timbres de pianos, baixos, etc, achei um pouco fraco. Não tem nenhum piano que me impressionou e também não gostei das strings. Não tive tanto tempo para testar, mas de forma geral dá pra produzir coisas legais, mas para ficarem mais legais eu substituiria alguns timbres, coisa que é possível, via canais externos ou exportação das pistas em MIDI.

Pontualmente tive um problema que não consegui editar a pista do pedal de sustein, mas não sei dizer se foi minha inabilidade com o software ou se é limitação mesmo.

Bem, fica ai minha avaliação.

 

 




Comments