03. VSTi: na prática

  Como já dito na abertura deste site, conheço pouco do assunto VSTi e estou apenas tentando reunir informações que consegui coletar, fruto de pesquisas e testes. Praticamente baixei alguns programas e timbres para teste somente com um controlador MIDI.

  Para trabalhar com VSTi, basicamente você precisará de 3 equipamentos

1) Um micro ou note: só para usar VSTi até um processador Celeron dá jeito - se for usar software de estúdio de gravação (VST de forma mais ampla) você precisará de um processador melhor;

2) Uma interface de som de boa qualidade padrão ASIO: observe que as placas de som que vem no PC dão o problema de latência (que é um atraso do som entre tocar e ouvir) e acabam atrapalhando o músico; em MACs isto não é necessário;

3) Um teclado controlador ou teclado com saída MIDI, mesmo daqueles antigos deixados em qualquer canto em casa; (sim! aqueles Casio's ou Yamaha's)

  O primeiro desafio é ligar o teclado ao micro. Se o teclado tiver saída USB já estará resolvido. Senão você precisará de um cabo MIDI/USB. Existem vários modelos, mas recomendo o modelo abaixo, que é simples e de baixo custo (menos de US$ 8).


  Uma vez ligado o teclado no micro, ele servirá apenas para que o programa de VST saiba que teclas estão sendo acionadas. Você não precisa ligar a saída de audio do teclado na caixa de som!! 

   Você só precisa do MIDI OUT, pois seu teclado será utilizado apenas para mandar comandos para o programa que gerará o som em si. Observe que cada Teclado tem uma forma de habilitar a saída MIDI, que canal você vai usar, etc. Fique atento à isto buscando informações sobre o seu teclado na Web ou no manual do fabricante.

  Além do teclado você precisará de uma interface de áudio com o padrão ASIO, reforçando que a placa dos micros, mesmo aquelas destinado aos games não darão o tempo de resposta adequado. Alguns músicos usam um drive para PC, chamado ASIOAll, o que deixa a placa de som do PC compatível, mas mesmo assim particularmente continuei com o problema de latência.

  Para o segundo desafio você precisará de uma interface ASIO. Busquei no mercado uma interface de baixo custo, pois este era o propósito dos meus testes.

  Acabei localizando a Guitar Link, interface cópia fiel da Behinger UCG102, que, apesar de ter sido criada para ser utilizada para pedaleiras virtuais (guitarra usando um micro/note para produzir efeitos), ela serviu prontamente para meus propósitos, com qualidade e baixo custo.

  Ela deve ser ligado via USB no micro e via P10 na caixa de som ou mixer. Veja como ela custa barato (abaixo de US$ 20):


  Já fiz várias compras nesta loja e é altamente confiável. Se algo ocorrer eles mandam o produto de novo. O duro é esperar até 40 dias pra chegar!

  Bem, agora você já tem o teclado e uma interface de audio ASIO, o terceiro desafio é configurar um software para que ele, efetivamente, gere nossos sons virtuais. Fiz um vídeo dado um passo a passo para se configurar o VSTHost, um software free e simples, que serve para validar seu ambiente de VSTi:

   


 



  Sua ligação ficará assim:

[teclado][usb] --> [usb][micro][usb] --> interface de som ASIO --> [p10] --> [p10][caixa amplificada]




ou

[teclado][MIDI] --> cabo midi/usb --> [usb][micro][usb] --> interface ASIO --> [p10] --> [p10][cx amplificada]




  Existem inúmeras interfaces de áudio padrão ASIO no mercado, geralmente acima de R$ 500. Muitas delas já vem entrada MIDI o que dispensaria o cabo MIDI/USB para teclados sem USB. É comum nestas interfaces terem entrada para gravação com padrão P10 ou XLR (canon).

                    


  Existem vários software de VSTi, inclusive muitos software de estúdio (para gravação nulti-pista) já com "plugins" para usar VSTi. A diferença é que estes software são desenhados para serem utilizados em estúdio e não se preocupam com a agilidade para se trocar um som, coisa que para se tocar ao vivo é importante. Fora isso geralmente eles tem muitos outros recursos e acabam sendo bem pesados, exigindo um micro melhor. 

  O VSTHost por exemplo é super leve e nos meus teste rodou inclusive num NetBook (processador Atom) que custa abaixo de R$ 700.

  Você pode baixar o VSTHost e os VSTi citados no vídeo, nos endereços abaixo: (sem o www!)




  Um outro software interessante é o TruePiano. É um software comercial muito bom e leve, mas você pode baixar a versão demo com um banco de pianos reduzido e só funciona por 30 dias, mas dá pra fazer bons testes e verificar o potencial do software.





Comments